O QUE EU GANHO?

Conheça as vantagens e os benefícios de ser filiado ao SindJor-MS

MURAL DE EMPREGOS

Está em busca de oportunidade? Quer ser encontrado pelo empregador? Confira o nosso mural

DESCONTO EM FOLHA

É a forma mais prática de contribuir com o SindJor-MS. Saiba como

TABELA DE VALORES 2017

O SindJor-MS sugere valores que podem basear acordos entre empresas e trabalhadores

DIRETORIA

Veja quem são os membros da direção do sindicato para o triênio 2013-2016

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Faça download da cartilha para jornalistas e advogados sobre diversidade sexual

Mato Grosso do Sul tem, atualmente, 250 mil pessoas fazem parte da comunidade LGBT. A principal queixa é quanto ao preconceito que ainda enfrentam. Nos meios de comunicação e nas esferas jurídicas, o uso incorreto de terminologias pode colaborar no aumento do preconceito. A informação é do presidente da Comissão de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Júlio Cesar Valcanaia, durante o lançamento, nesta quinta-feira (30) a Cartilha de Comunicação e Linguagem LGBT.

“Nosso papel é impulsionar grandes debates para buscarmos fortalecer a democracia brasileira. Perante nossa carta magna, a Constituição, somos todos iguais e merecemos tratamento igualitário”, disse o presidente da OAB/MS, Julio Cesar Souza Rodrigues.


A cartilha, já disponibilizada para consulta no site da instituição, “é instrumento que colabora na defesa das minorias e na disseminação de informações corretas pela imprensa, que representa o grande elo das entidades com a sociedade”, apontou o vice-presidente da OAB/MS, Mansour Elias Karmouche.

A criação do material conta com a parceria do Sindicato dos Jornalistas no Estado (SindJor-MS). “Diante de tantas manifestações de crimes de homofobia, vemos uma atitude positiva para colaborar no combate ao preconceito. Nós, jornalistas, somos responsáveis pela informação e até mesmo pela formação de opiniões”, disse a presidente interina do Sindicato, Elcilene Holsback.

Além de pontuar o uso de terminologias pelos profissionais de comunicação, a cartilha traz orientações ainda para evitar, por parte dos advogados, a abordagem errada em procedimentos e inquéritos. O material conta ainda com a contribuição da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT).

O diretor-geral da Escola Superior da Advocacia (ESA/MS), Sandro Rogério Monteiro de Oliveira, apontou a importância da abordagem do tema nas escolas e faculdades para disseminação de conhecimento e combate ao preconceito. "Como professor de Direitos Humanos não posso me calar diante de episódios de homofobia mesmo nas universidades", disse Sandro. "A repetição irracional de informações equivocadas contribuem para o preconceito", complementou, abordando a importância da cartilha para toda a sociedade.

O evento de lançamento contou ainda com a presença de Marco Aurélio de Almeida, da Secretaria de Assistência Social e representantes de entidades de classe.

Texto: OAB/MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

ONDE ESTAMOS


Rua Engenheiro Roberto Mange, 37 - casa 02 - bairro Amambaí - Campo Grande/MS - CEP 79005-420
(Clique na imagem para ampliar o mapa)
Telefone: (67) 3325-5811
Atendimento: 08 às 13 horas
E-mail: sindicatojorms@gmail.com

QUEM SOMOS

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul (SindJor-MS) é uma entidade representativa da categoria em âmbito estadual, com exceção de 25 cidades localizadas na região Sul do estado, sob domínio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Grande Dourados (Sinjorgran). O SindJor-MS está registrado sob o CNPJ nº 15.570.575 0001/17

ÁREA DE ATUAÇÃO