O QUE EU GANHO?

Conheça as vantagens e os benefícios de ser filiado ao SindJor-MS

MURAL DE EMPREGOS

Está em busca de oportunidade? Quer ser encontrado pelo empregador? Confira o nosso mural

DESCONTO EM FOLHA

É a forma mais prática de contribuir com o SindJor-MS. Saiba como

TABELA DE VALORES 2017

O SindJor-MS sugere valores que podem basear acordos entre empresas e trabalhadores

DIRETORIA

Veja quem são os membros da direção do sindicato para o triênio 2013-2016

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Representantes de MS vencem duas categorias em prêmio de jornalismo do MPT

Estudantes da UFMS com o prêmio recebido.
O jornalismo de Mato Grosso do Sul foi bem representado no prêmio realizado pelo MPT (MInistério Público do Trabalho, entregue na noite desta quinta-feira (1), em Brasília. São do Estado os vencedores do  Centro-Oeste nas categorias Universitário e Webjornalismo.
Os estudantes da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) Iago Porfírio e Géshica Rodrigues, com a reportagem  "Trabalho que empobrece", foram os premiados em sua categoria na região. No Webjornalismo, a vencedora foi Izabela Sanches, como a série "Um sonho chamado Brasil: os haitianos de Campo Grande".

"É gratificante ver representantes de nosso estado alcançando esse reconhecimento por escrever sobre um assunto tão importante quanto as relações trabalhistas, em um momento em que elas precisam ser cada vez mais debatidas", afirma a presidenta do SindJor, Marta Ferreira, ao parabenizar os ganhadores.
Segundo o MPT divulgou, as jornalistas Mikaella Campos e Vilmara Fernandes, autoras da série de reportagens A caixa-preta dos sindicatos, publicada na Gazeta Online, do Espírito Santo, foram as grandes vencedoras do prêmio. 
O segundo prêmio especial, de Fraudes Trabalhistas, foi entregue a Lilian Primi, por sua reportagem O ataque do capital, publicada na revista Caros Amigos. De acordo com o órgão, ao todo 32 trabalhos jornalísticos sobre irregularidades trabalhistas foram premiados em oito categorias, em fases regionais e nacional.
O Prêmio MPT de Jornalismo está na terceira edição. O objetivo divulgado é o de valorizar matérias jornalísticas dedicadas à investigação e à denúncia de irregularidades trabalhistas em todo o Brasil. São oferecidos até R$ 400 mil em prêmio, nas categorias fotojornalismo, jornal impresso, revista impressa, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo, repórter cinematográfico e universitário, além dos prêmios especiais – Fraudes Trabalhistas e MPT de Jornalismo.
Os recursos para a realização do prêmio têm origem em acordo judicial feito na ACP nº 0001040-74.2012.5.06.0011- 11 T do Recife/PE
Confira os ganhadores do Prêmio MPT de Jornalismo 2016 por categoria e região:

Fotojornalismo
Norte: Ricardo Oliveira – Piaçabeiros e Piabeiros, às margens do rio Negro e das leis trabalhistas (VENCEDOR NACIONAL);
Nordeste: Fabio Lima – O sustento que se tira do lixão;
Centro-Oeste: André Coelho – Lixão da estrutural em detalhes;
Sudeste: Fábio Teixeira – Os Meninos dos túmulos;
Sul: Betina Humeres – Tempo perdido.

Jornal impresso
Norte: Emerson Quaresma – Piaçabeiros e Piabeiros, às margens do rio Negro e das leis trabalhistas;
Nordeste: Adriana Guarda e Emídia Felipe – Documento Suape 2015;
Centro-Oeste: Ana Paula Lisboa e Jéssica Gotlib – As CEOs do Brasil;
Sudeste: Mikaella Campos e Beatriz Seixas – Tragédia na plataforma (VENCEDOR NACIONAL);
Sul: Bruna Borges e Marciano Bortolin – Carbonífera Criciúma: um caso de fraude trabalhista.

Radiojornalismo
Norte: Janaína Souza – Desempregadas domésticas (VENCEDOR NACIONAL);
Nordeste: Roberta Farias e Jocasta Pimentel – Das plantações de caju e mandioca ao lixão: trabalho infantil no Ceará, até quando?;
Centro-Oeste: Paula Groba – Terceirização: avanço ou retrocesso;
Sudeste: Caetano Cury – Haitianos e o mercado de trabalho;
Sul: Marcos Meller – Trabalho Infantil de pai para filho.

Repórter cinematográfico
Sudeste: Antônio José Dutra – Pescadores do ES enfrentam dificuldades meses após Rio Doce ser atingido por lama da Samarco. (VENCEDOR NACIONAL).

Revista impressa
Nordeste: Marta Alencar – Trabalho não é brincadeira de criança;
Sudeste: Thiago Tanji – Escravos da moda;
Sul: João Guedes – Saúde à venda (VENCEDOR NACIONAL).

Universitário
Nordeste: Ícaro Novaes – Transporte dos garis, o lado sujo da história;
Centro-Oeste: Iago Porfírio e Géshica Rodrigues – Trabalho que empobrece;
Sul: Régis de Oliveira Júnior – Retratos da escravidão (VENCEDOR NACIONAL).

Telejornalismo
Nordeste: Thiago Correia, José Pereira de Lima, Romildo Soares e Maria Carnaúba – O mal do século;
Centro-Oeste: Marcelo Canellas, Vera Souto, Lucio Alves, Joelson Maia, Rogério Nicolau, Wagner Maia e Felipe de Queiroz – Gameleira, o maior acidente de trabalho da história;
Sudeste: Daniel Motta, Jorge Talmon, Renê Batista, Fabiana Lopes, Ana Haertel e Leopoldo de Moraes – Identidades apagadas (VENCEDOR NACIONAL);
Sul: Pedro Rockenbach – As drogas que movem o Brasil.

Webjornalismo
Norte: Náferson Cruz, Marcio Silva e Monica Prestes – Vidas mutiladas;
Nordeste: José de Paiva Rebouças, Esdras Marchezan, José Bezerra, Felipe Freitas, João Magagnin e Ronildo Medeiros – Filhos do fogo;
Centro-Oeste: Izabela Sanchez – Um sonho chamado Brasil: os haitianos de Campo Grande;
Sudeste: Mikaella Campos e Vilmara Fernandes – A caixa-preta dos sindicatos (VENCEDOR NACIONAL);
Sul: Angela Bastos, Julia Pedrozo Pitthan, Jacson Almeida, Karina Silveira e Aline Britto Fialho – Tempo perdido;

Prêmio Especial Fraudes Trabalhistas
Lilian Primi – O ataque do capital.

Prêmio Especial MPT de Jornalismo
Mikaella Campos e Vilmara Fernandes – A caixa-preta dos sindicatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

ONDE ESTAMOS


Rua Engenheiro Roberto Mange, 37 - casa 02 - bairro Amambaí - Campo Grande/MS - CEP 79005-420
(Clique na imagem para ampliar o mapa)
Telefone: (67) 3325-5811
Atendimento: 08 às 13 horas
E-mail: sindicatojorms@gmail.com

QUEM SOMOS

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul (SindJor-MS) é uma entidade representativa da categoria em âmbito estadual, com exceção de 25 cidades localizadas na região Sul do estado, sob domínio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Grande Dourados (Sinjorgran). O SindJor-MS está registrado sob o CNPJ nº 15.570.575 0001/17

ÁREA DE ATUAÇÃO