O QUE EU GANHO?

Conheça as vantagens e os benefícios de ser filiado ao SindJor-MS

MURAL DE EMPREGOS

Está em busca de oportunidade? Quer ser encontrado pelo empregador? Confira o nosso mural

DESCONTO EM FOLHA

É a forma mais prática de contribuir com o SindJor-MS. Saiba como

TABELA DE VALORES 2017

O SindJor-MS sugere valores que podem basear acordos entre empresas e trabalhadores

DIRETORIA

Veja quem são os membros da direção do sindicato para o triênio 2013-2016

sábado, 22 de julho de 2017

Censo Sindjor-MS 2017: Maioria dos profissionais é mulher, celetista e graduada






A rotina dos jornalistas é atrelada à prática de questionar: O que? Quem? Quando? Como? Onde? Por quê? Buscamos diariamente as respostas para um lead perfeito. Como seria se estivéssemos do outro lado? O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul (Sindjor-MS) propôs esse exercício em prol da nossa categoria com o Censo 2017.


As respostas ajudaram o sindicato a traçar um panorama profissional que servirá de base para as ações da instituição, que incluem negociação salarial e ações de integração entre os profissionais. A pesquisa foi realizada entre os dia 21 de março e 30 de junho, e conseguiu alcançar 308 jornalistas, distribuídos por pelo menos 63 locais de trabalhos diferentes em 30 cidades.

O que o Censo mostra é que os profissionais são, majoritariamente, mulheres, com idades entre 28 e 37 anos, brancas, com graduação em jornalismo e pós-graduação, formadas em universidade privada, e não sindicalizadas.


Em sua maioria, essas profissionais atuam há 6 ou 10 anos no mercado de trabalho, em postos de repórter e redatora nas redações e assessorias de imprensa. São celetistas, trabalham até cinco horas por dia, ganham de dois a quatro salários mínimos (R$ 1.874,00- R$ 3.784,00), fazem horas extras (inseridas na jornada de trabalho), não recebem auxilio alimentação, têm um único emprego e não têm plano de saúde custeado pela empresa.


O Censo também pediu aos profissionais que apontassem sugestões para melhorar o trabalho da gestão Ocupa Sindjor-MS. A maioria das respostas foi relacionada ao piso salarial. Os profissionais pedem que o sindicato trabalhe para regulamentar um piso salarial oficial. Além disso, muitos profissionais pediram maior fiscalização sobre a quantidade de horas na jornada de trabalho, parcerias com empresas para descontos, firmeza nos acordos coletivos e aquisição de uma sede própria.



Para a presidente do Sindjor-MS, Marta Ferreira, o Censo é uma oportunidade única para refletir sobre a categoria, além de colocar os profissionais em contato com a realidade do mercado em Mato Grosso do Sul, que, muitas vezes, passa desconhecida em meio à rotina atribulada.

"O sindicato entende que o censo é um instrumento essencial para que a categoria se conheça. Parece estranho, mas nós que revelamos tanto da vida das pessoas, não sabemos muito sobre quem somos, de forma mais detalhada. Mais importante do que isso, o censo é uma oportunidade de mapear situações que, na mesa de bar, todos falamos, mas nunca foram desenhadas em números, como por exemplo a baixa remuneração e a ausência de benefícios em boa parte das empresas", comentou.

O sindicato irá lançar o Censo novamente em 2018. Qualquer sugestão ao trabalho da gestão pode ser enviada para o email: sindicatojorms@gmail.com. O sindicato também realiza reuniões quinzenais e abertas à categoria, na sede do Sindjor-MS, localizada na Rua Engenheiro Roberto Mange, nº 37. Veja o calendário das reuniões aqui.




Gênero


Cor ou Raça






Escolaridade










Formação Acadêmica






Universidades privadas x Universidades Públicas



Idade





Filiação ao Sindjor-MS








Tempo de atuação no jornalismo













Tipo de veículo de comunicação

















Função















Contrato de Trabalho










Horas trabalhadas











Faixa Salarial 







Hora Extra





Como é paga a hora extra












Auxílio Alimentação 











Plano de Saúde 











Empregos






Cidades



Postos de Trabalho





Um comentário:

  1. Diante do novo cenário criado pelas mudanças na CLT, cabe à categoria organizar-se de forma mais consistente junto ao sindicato para evitar que a profissão fique ainda mais desvalorizada no mercado.

    ResponderExcluir

 

ONDE ESTAMOS


Rua Engenheiro Roberto Mange, 37 - casa 02 - bairro Amambaí - Campo Grande/MS - CEP 79005-420
(Clique na imagem para ampliar o mapa)
Telefone: (67) 3325-5811
Atendimento: 08 às 13 horas
E-mail: sindicatojorms@gmail.com

QUEM SOMOS

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul (SindJor-MS) é uma entidade representativa da categoria em âmbito estadual, com exceção de 25 cidades localizadas na região Sul do estado, sob domínio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Grande Dourados (Sinjorgran). O SindJor-MS está registrado sob o CNPJ nº 15.570.575 0001/17

ÁREA DE ATUAÇÃO